Infecção no ouvido! Chato pra cachorro

10 maio, 2019

Infecção no ouvido! Chato pra cachorro

Totózito esfrega as orelhinhas pelos móveis da casa? Coça as orelhas sem parar? E tem um odor forte e as vezes adocicado vindo do ouvido? Bem-vindo as infecções de ouvido (ou otite externa). Um dos problemas mais comuns e frustrantes de lidar, porque vira e mexe, ela aparece outra vez.

Antibióticos irão ajudar, mas apenas a curto prazo. Ao longo do tempo podem causar mais desequilíbrio e novas infecções. Neste post veremos 6 formas de tratar e ajudar seu cachorro a ficar livre de infecções nas orelhas de forma natural e barata!

Os sintomas

Os sintomas são óbvios você deverá examinar as orelhas do seu cachorro sempre que ver:

  • Esfregando as orelhas pela mobília da casa;
  • Coçando ou arranhado as orelhas;
  • Balançando, agitando ou inclinando a cabeça como se estivesse tentando se secar.

Ao examinar verifique se:

  • A parte interna das orelhas está marrom ou avermelhada;
  • Tem um odor forte e muitas vezes adocicado;
  • Inchaço;
  • Crostas internas e externas;

Dica: examine você mesmo as orelhas do seu cachorro toda a semana!

A maioria das infecções ocorre apenas no ouvido externo e podem ser tratadas em casa, mas fique atento se seu cachorro tiver movimentos oculares incomuns, estiver andando em círculos ou com dificuldade de se equilibrar, ele pode estar com uma infecção muito profunda e você deve levá-lo ao veterinário imediatamente.

Principais causas

Existem muitas causas para as infecções de ouvido, mas as principais são:

  • Bactérias;
  • Fungos;
  • Alergias;
  • Desbalanceamento hormonal;

Com certeza você já ouviu falar que infecções de ouvido são causadas por que caiu água na hora do banho, porque seu cachorro foi nadar, ou porque ele parece o Dumbo. Umidade, sujeira, muitos pelos no canal auditivo e até um orelhão podem até aumentar o risco das infecções. Mas não se engane! Raramente infecções de ouvido são só infecções de ouvido, geralmente são sinais de problemas maiores e mais profundos.

Infecções bacterianas

Bactérias são as causas mais comuns de infecções no ouvido. Todo o cachorro tem bactérias do bem em suas orelhinhas que mantêm as bactérias patogênicas (do mal) sob controle. Mas este delicado equilíbrio pode ser perturbado e quando isso acontece, o seu cachorro está em risco.

Bactérias que normalmente moram no ouvido do seu cachorro, como o Staphylococcus, podem crescer demais se seu cachorro estiver com um sistema imunológico debilitado.

É comum aparecerem infecções no ouvido após tratar seu cachorro com antibióticos para um problema ou infecção diferente, isso acontece porque os antibióticos podem destruir todas as bactérias, tanto as más com as boas, e as vezes as más são mais resistentes em alguns aspectos e tendem a proliferar.

Por exemplo, as bactérias de uma água contaminada podem penetrar no ouvido e começar a colonizar, porque não há bactérias do bem suficientes para expulsá-las e competir por nutrientes.

Dica: Probióticos! Sempre administre probióticos por no mínimo duas semanas após o término de antibióticos.

Uma alimentação natural, variada, saudável e fresca é a melhor forma de proteger o seu cachorro de infecções. Saiba mais aqui!

Infecções fúngicas

Os fungos também são moradores do “condomínio das orelhinhas”. Eles vivem juntos e em harmonia com bactérias do bem em pequenas colônias chamadas de microbioma (veja mais aqui). Mas assim como as bactérias podem ficar fora de controle os fungos também, se o sistema imunológico estiver debilitado.

Geralmente infecções de ouvido são o resultado de uma disfunção imune, como alergias, desequilíbrios hormonais ou hipotireoidismo e é sempre bom ter um bom veterinário por perto, nossa sugestão é sempre escolher um vet com uma pegada mais natural que não irá entupir seu cachorro com substâncias químicas duvidosas.

Se o seu cachorro sofre com infecções auditivas repetidas, você precisa se concentrar na saúde do seu sistema imunológico ou as infecções continuarão voltando. E uma das principais fontes da boa saúde como é a boa alimentação. Assim como você, seu cachorro é o que ele come!

Quer proteger seu cachorro de infecções?

Conheça a Green Buddy Alimentação Natural

 

TOP 6 Dicas para tratar e prevenir infecções de ouvido!

Infecção no ouvido não é motivo para você arrancar os cabelos e ficar careca. Existem várias maneiras naturais para tratar e prevenir as infecções e escolhemos 6 super dicas naturais e baratas para tratar e prevenir!

Limpeza:

1# Vinagre de Maçã

O ácido acético no vinagre de maçã pode ajudar a remover a sujeira e os detritos das orelhas. Porém, o mais importante é pode matar fungos e bactérias. Caso seu cachorro esteja com as orelhas muito irritadas não use esta solução, porque será muito doloroso para ele. Veja as dicas abaixo ao invés disso.

Modo de usar:

Em um recipiente limpo de preferência de vidro ou inox coloque uma parte de vinagre de maçã e uma parte igual de água destilada (que você compra em qualquer farmácia).

Mergulhe uma bola de algodão na solução e limpe suavemente a orelha do seu cachorro. Descarte a bola usada de algodão e pegue uma nova para continuar com a limpeza não molhe novamente uma bola usada de algodão na solução.

Importantíssimo! Nunca! Mas Nunquinha da Silva use cotonetes ouvido do seu cachorro! Eles podem empurrar a sujeira e as bactérias até o canal auditivo ou até mesmo romper o tímpano.

2# Aloe Vera e Oleo de orégano.

Atenção! Nunca use óleo de orégano direto no ouvido do seu cachorro pode causar uma irritação. Segue a receita do Dr. Michael Dym, VMD:

Em um recipiente vidro ou inox limpo adicione uma gota de óleo de orégano para 150 ml de suco de aloe vera (babosa) puro. Mergulhe uma bola de algodão e limpe suavemente as orelhas do seu cachorro. Sempre utilize uma nova bola de algodão nova ao mergulhar na solução a fim de não contaminar a solução.

Dica! Sempre use luvas para procedimentos de limpezas de áreas com infecção e sem lave bem as mãos antes e depois do contato.

Tratamentos naturais

Os próximos dois tratamentos naturais você deverá aplicar três vezes ao dia, por uma semana. E quando a infecção for embora você poderá guardar a estas soluções para uma limpeza semanal dos ouvidos do seu cachorro.

3# Óleo de coco

Em um estudo sobre dermatites em 2008, o óleo de coco foi identificado como um ótimo agente antifúngico e antibacteriano. Este óleo pode ser muito eficaz para infecções de ouvido e vamos ensinar agora como você pode fazer seus próprios remédios naturais! Preparar suas próprias receitas pode parecer complicado, mas é mais fácil, mais barato e muito mais eficaz do que você imagina.

  • Primeiro, levante o popozão da cadeira e vá até a lojinha de produtos naturais, compre um pote de óleo de coco.
  • Em uma panela bem limpa (inox é o ideal) coloque duas colheres de sopa de óleo de coco e adicione dois dentes de alho cortados bem fininhos (E não, não é para afastar vampiros alho é um poderoso e natural antibacteriano);
  • Aqueça até que o óleo fique líquido e desligue o fogo e deixe descansar até esfriar, mas sem solidificar novamente. Teste a temperatura para não queimar seu cachorro!

Modo de usar: Coloque o óleo frio (mas não solido) em um recipiente limpo, com um conta-gotas aplique 2-3 gotas no canal auditivo

Você também pode usar a solução para limpar a área afetada com uma bola de algodão. Lembre-se de descartar cada bola de algodão e de ser o mais delicado possível ao limpar o local da infecção.

4 # Calêndula

Calêndula não tem nada de “florzinha” é uma super flôzona que tem incríveis superpoderes de cura! Sim é uma das melhores ervas para o tratamento de problemas de pele e, neste caso, do ouvido externo. Pode ser usada na parte interna ou externa, e é um potente antifúngico além de oferecer um bom alívio da dor.

Como verbasco, você pode comprar um óleo infundido já pronto. Mas aqui está uma receita DIY pra você fazer em casa!

Compre um maço de flores de calêndula e coloque corte as flores e talos e coloque em um pode de vidro limpo (até mais ou menos a metade do pote). Direto da gaveta do “caçador de vampiros” pegue uns dois dentes de alho frescos e corte em fatias bem fininhas coloque no pote e cubra tudo com azeite de oliva. Verifique se tudo ficou coberto pelo azeite.

Deixe descansar por no mínimo uma semana.

Modo de usar: Coe a porção que for usar e com um conta-gotas aplique no canal auditivo ou com uma bola de algodão passando levemente pela orelha e deixando escorrer delicadamente pelo canal auditivo.

Você pode guardar esta solução por 6 meses!

Alimentação

Se seu cachorro sofre constantemente com infecções nos ouvidos e outras inflamações está na hora de repensar certos hábitos. Um sistema imunológico debilitado pode ser a causa de inflamações e infecções constantes, que com o tempo trazem problemas maiores. Além do rio de dinheiro, você pode economizar muito sofrimento para você e seu cachorro mudando certos hábitos alimentares.

Evite alimentos com carboidratos com alto índice glicêmico contenham: milho, trigo, arroz branco (mesmo o parabolizado) e soja. Estes carboidratos são altamente inflamatórios e podem prejudicar o pâncreas do seu cachorro causar inflamações e até diabetes a longo prazo.

5# Alimentação Natural

Dê preferência a uma alimentação 100% natural e sem conservantes com proteína animal de boa qualidade, carboidratos de baixo e índice glicêmico como batata-doce, inhame, cenoura, mandioquinha, mas estes nunca podem passar de 30% da formulação da receita.

Aqui você pode encontrar mais informações sobre alimentação natural para cães.

Introduza frutas ao cardápio como bananas, manga, blueberies, goji berries, melão.

6 #Prebióticos e Probióticos

Prebióticos

Os prebióticos são fibras insolúveis que alimentam os probióticos no cólon. Adicionar alimentos prébióticos à dieta do seu cachorro ajudará os probióticos a permanecerem ativos e a fazerem melhor o seu trabalho. Aqui vão algumas dicas de alimentos prebióticos:

  • Bananas;
  • Folhas verdes como couve e brócolis;
  • Alho fresco;
  • Maçãs;
  • Cogumelos frescos (nunca em conserva);

Mas comece devagar para evitar transtornos digestivos se o seu cão não estiver acostumado a esses alimentos fibrosos.

Probióticos

Provavelmente você já ouviu falar muito de probióticos, mas a coisa mais importante que você deve ter e mente é que o papel principal dos probióticos deve ser turbinar o sistema imunológico do seu cachorro, além de todo o bem que fará ao cérebro, sistema digestivo e assimilação de nutrientes. Por isso, sempre que possível adicione probióticos no dia a dia do seu cachorro.

Você pode encontrar bons probióticos em qualquer petstore de respeito, mas uma boa e o mais natural possível e uma grande ideia é o Kefir.

Kefir: é um alimento fermentado com probióticos naturais e a maioria dos cachorros ama! Você pode usar como cobertura na hora da comidinha ou como um lanchinho. O kefir é fácil de achar em casas de alimentos naturais, mas sempre de preferência aos com leite de cabra!

Green Buddy – best dog food ever

Nós acreditamos que cachorro tem que comer o que a natureza tem de melhor. Em parceria com a Universidade do Colorado (nos Estados Unidos), desenvolvemos um programa onde seu cachorro pode variar a alimentação todos os dias para estar sempre saudável. Saiba mais aqui!

Se você gostou deste texto e achou que foi útil compartilhe com seus amigos. Compartilhar é a melhor maneira de ajudar.

Lio Volino

Green Buddy Founder & Blogger. Formado pela UFMG e FGV, mora em São Paulo/SP, ama cachorros, gatos e ornitorrincos. Cansado de perder seus cachorros para o câncer decidiu fazer alguma coisa a respeito.

Deixe uma resposta